terça-feira, 13 de maio de 2014

Meditação sobre o Slack Line

Pra início de conversa, vou dizer algumas coisas sobre os primeiros passos para andar no Slack Line.
(1) Comece amarrando o Slack com distâncias e alturas curtas. Assim fica mais fácil de aprender a andar e os tombos são menores.
(2) Quando estiver em cima da corda, levante bem alto seus dois braços. Isto te dará mais equilíbrio.
(3) Mire um ponto fixo no fim da corda. Isto também ajudará no equilíbrio.
(4) Ache um momento de equilíbrio antes de dar um passo. Quem tá começando e quer andar muito rápido, geralmente caí.

Bem, agora vou compartilhar o que Deus foi me dizendo enquanto começava a dar os primeiros passos no Slack Line:
Existe um caminho perfeito de Deus para nós. Este caminho é como o Slack Line: Sem curvas, sem ondulações; é um caminho reto e justo! Mas é também um caminho apertado (Mt 7: 14). São poucos os que seguem por ele... Apesar disso, alguns de nós decidimos andar neste caminho! Como no Slack, andar neste caminho é um processo. Não dá pra começar apavorando. A gente precisa ter humildade para aprender, ouvir, praticar aquilo que começamos a entender. Aí sim, aos poucos, vamos aumentando a distância e a altura. Pois várias pessoas já quiseram começar armando o Slack bem alto e distante, mas não conseguiam dar passos ou caíram feio... Da mesma forma, quando começamos a caminhar no Caminho que leva à vida, por vezes queremos nos mostrar. Em nossa imaturidade, falamos de mais e ouvimos de menos. Achamos que já temos todas as respostas e damos passos de qualquer jeito, sem sabedoria, ferindo muitas vezes algumas pessoas ou até nós mesmos. Acredito que precisamos aprender a humildade de ouvir os mais experientes, tanto na vida, quanto no Slack Line.
Agora, outro ponto importante, eu diria essencial, são os braços levantados e o mirar fixamente no final da corda. A meu ver, braços levantados significam relacionamento com Deus. E isto é uma verdade: Sem relacionamento com Deus, fica extremamente difícil caminhar no caminho de Deus. Mirar no final da corda nos ajuda a concentração e deixamos de dar atenção às coisas ao redor. Por isso é mais difícil perder o equilíbrio. Do mesmo modo, Na caminhada com Cristo, se focarmos aonde devemos ir, as coisas ao redor não influenciam nossa caminhada e o desequilíbrio torna-se mais fraco e inconstante.
Por fim, não queira dar “passos atropelados”. Muitas vezes, por orgulho de ter conseguido dar um passo na vida cristã, tentamos dar outro logo em seguida. Mas a soberba precede a queda (Pv 16: 18). Da mesma forma, no Slack Line, quando conseguimos dar o primeiro passo bem sucedido, logo queremos dar o segundo por considerarmos que já somos “bons o suficiente”, mas geralmente caímos ao tomarmos essa decisão. Quando der um passo certo, pare um pouco, espere o momento certo de equilíbrio e aí sim, dê o próximo passo. O equilíbrio é como as orientações que Deus nos dá. Muitas vezes, queremos andar sem estarmos equilibrados, isto é, sem orientação de Deus. Por outro lado, por causa do medo de cair, por vezes deixamos de dar um passo mesmo quando Deus nos dá uma orientação. Busque a orientação de Deus! Nem pense em andar sem ela! Deus diz em Salmos 8: 33 e 34, “Ouçam a minha instrução, e serão sábios. Não a desprezem. Como é feliz o homem que me ouve”.
Deus dará uma orientação para dar o próximo passo; e é sua responsabilidade discernir a hora certa.

Beijos, amigos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Alguma dúvida? Não concordou? Se sentiu ofendido?
Comente aqui!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...